quinta-feira, 29 de julho de 2010

De Portugal para Ibiza

video


Chegamos finalmente no sul de Portugal. Maravilhoso ver as imensas pedras verticais douradas de dentro do mar, dava vontade de parar o barco e ir nadando para as praias que se formavam ao longo do costão, cada paraíso...incontáveis mini baías com areia branca e cavernas que se formavam na beira do mar.
Já protegidos do vento norte, seguimos entrando em direção ao Estreito de Gibraltar, conseguimos uma ancoragem perfeita em Portimão (Algarve) e depois da tradicional comemoração em um dos muitos barzinhos a beira do mar, resolvemos alugar um carro eu, Mané e Cameron e ir para Lisboa encontar a Ju, minha amiga desde tempos de colégio que estava dando um tour pela Europa e que estaria naquele momento em Portugal para nos encontrarmos.
Depois de Lisboa, fomos todos a Cascais, para a casa do Xino e Joana, a família do Mané em Portugal e lá tivemos uma semana maravilhosa, conhecendo Sintra e os arredores da região !!
O dia mais emocionante foi o dia do jogo BrasilxPortugal, a Karina e o Lucas (meus amigos que moram na Itália, ela também minha amiga de colégio) foram assistir o jogo conosco em Cascais, a torcida brasileira estava pronta...tinha churrasco com farofa e tudo!! Foi demais poder encontrar minhas amigas na Europa !!
Depois de Cascais, retornamos à Portimão, com a Ju junto que passou conosco três dias...aproveitamos todas aquelas praias de areia branca e as cavernas nas falésias, incrível como é lindo!!
De volta ao trabalho eu, Mané e Cameron preparamos o barco para velejar até Ibiza. Recebemos a bordo o Mig, amigão do Mané que mora em Portugal, muito gente boa, agora eram quatro pessoas na tripulação. Passamos pelo Estreito de Gibraltar (porta de entrada para o Mar Mediterrâneo), onde pegamos um tempo feio, com rajadas de vento de 50 nós, e também cruzamos o Meridiano de Greenwich. Tivemos uma velejada curtindo boa música e jantares regado a vinho, uma breve preparação para o que nos esperava em Ibiza!
Foram cinco dias até chegar em Formentera...mais uma etapa, mais um paraíso !

domingo, 25 de julho de 2010

De Açores, enfim para o Continente








Nossa última estadia em Açores deixou saudades, passamos cinco dias na ilha de São Miguel tentando conciliar o trabalho (de volta ao veleiro), com os lugares mágicos que a ilha possui. A natureza lá é uma das mais exuberantes, uma mistura de imensas zonas verdes de pastagem, lagoas entre vulcões adormecidos, cachoeiras e vulcões ativos.
Impressionante como a natureza vulcânica está próxima da vida de seus habitantes. A vila se forma exatamente na boca do vulcão... e a fumaçinha que sai debaixo da terra, entra através das portas das casas, e sai pelas janelas, fazendo lembrar para os que ali passam, que a Mãe Natureza existe, e que ela é poderosa. Foi para mim uma experiência impressionante, eu nunca tinha estado em um vulcão ativo, e agora estava nele, sentindo o seu cheiro.

Zarpamos deixando além de saudades, os amigos que fizemos. Dentre eles o Rui e a Daniela, um casal muito gente boa que nos levou para conhecer a ilha, e a Rafaela (uma amiga nossa brasileira que encontramos por acaso), juntamos todos e fizemos vários jantares e passeios.
Fomos à Ferraria, que é um vulcão na beira do mar, onde o costão forma uma piscina natural e quando a água do mar entra por entre as pedras, ela sai aquecida. Incrível! Eram quase uma hora da manhã, tinha que ser maré baixa e estava muito frio, fomos sentir a sensação de tomar banho de mar quente à noite. Foi realmente fantástico! Somente as estrelas no céu, não tinha lua, estava tudo muito escuro, não podia ver as pedras e o que tinha em volta do costão...tínhamos que ir tateando...era só sentir e ouvir! Quando entrava uma onda, a corrente nos empurrava para as pedras onde tinha o vulcão, para uma espécie de caverna...e para não entrarmos na caverna, tínhamos que fincar nossos dedos no chão para segurar nosso corpo, e a areia era tão quente que quase queimava os dedos...eu ficava imaginando que a lava do vulcão estava embaixo de nós...logo ali!!! Realmente uma das sensações mais loucas que tive!
Depois desta experiência, já estávamos prontos para deixar Açores, a nossa idéia era ir para Lisboa, mas o vento norte estava tão forte e constante que não conseguimos subir, e então tivemos que seguir para sul de Portugal. A travessia foi cansativa, o barco balançava muito, pois quando tentávamos ganhar grau rumo norte, as ondas e o vento ficavam contra nós, fazendo o barco bater forte na água, deixando a vida a bordo pouco confortável.
Foram cinco dias que mais pareceram vinte, na verdade estávamos muito ansiosos em chegar, estaríamos finalizando a nossa travessia no Oceano Atlântico, e isto causava uma mistura de sensações, como adrenalina, alívio e felicidade!
Avistamos terra quando estava amanhecendo, eu estava dormindo, então acordei com o Mané me chamando...corri para fora e o Continente estava lá!
Conseguimos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Video da Dupla nos Açores - Parte 1



Video sobre a chegada nos Açores, Marina da Horta, Bar do Peter, e nossa passagem pela Ilha de Sao Jorge.

domingo, 4 de julho de 2010

Cruzamos o Estreito de Gibraltar







Depois de enfrentar ventos de mais de 50 nós e ter que ancorar em Tarifa para passar a noite em melhores condiçoes, finalmente chegamos a Gibraltar, do outro lado do Estreito de Gibraltar, aonde começa o Mediterrâneo.
Ventos ainda acima dos 30 nós, mas vamos seguir em frente rumo a Ibiza.
Obrigado a todos que torceram pelo sucesso da nossa aventura.
Manuel e Rafaela