domingo, 18 de abril de 2010

Cuba para Florida

Estamos em Fort Lauderdale, conseguimos o visto por Cuba.

Tudo tranquilo ate agora, estamos com o barco na terra fazendo os ajustes finais para a travessia.

A lista de coisas a fazer ta bem grande, mas aqui as coisas realmente funcionam.

Para terem uma ideia, no Panama levamos 5 dias para tirar o barco da agua, aqui, em 4 dias estamos com 80% dos trabalhos andando. Os caras tem equipamento para tudo. Ai no Brasil eu levava 3 dias para lixar o fundo de um 27 pes com minhas ferramentas, aqui levei um dia para lixar o 65, sem poeira nenhuma.

Cuba foi muito bacana, valeu muito a pena. Conhecemos varias pessoas, podendo entender um pouco tudo que o sistema fez e faz na vida deles, para o bem e para o mal.

Tivemos uma velejada bem dura para fazer a volta na Ilha, pois estavamos no lado sul da Ilha, em Cienfuegos, uma cidade muito simpatica e tinhamos que ir ate Havana para os vistos.

Entre a Ilha e o Mexico existe o Canal de Yucatan, aonde a corrente do golfo e afunilada e a coisa pega. Tinhamos 3 nos de corrente favoravel e 30 a 38 nos de vento contra, o que fez as ondas crescerem e ficarem bem verticais. Levamos 48 horas nesta condicao, extremamente desconfortavel. Em varios momentos o barco era totalmente lavado pelas ondas, estilo submarino. Normal para barcos menores mas quando esta num animal deste tamanho, a coisa e diferente. Incrivel o quanto este veleiro e seguro. Se fosse outro veleiro, menor, a coisa ficaria feia. Para terem uma ideia, a condicao era bem pior do que a que pegamos com o Taura subindo de Rio Grande a Floripa, mas estavamos sempre secos e tirando o desconforto e o som das porradas do barco nas ondas, foi uma excelente experiencia.

Em Havana tudo correu bem, nao conseguimos o visto de turistas padrao, mas vai ser tranquilo para tirar quando chegarmos ao Brasil.

Saindo de Cuba, no meio da primeira noite, a 60 milhas da costa, meio caminho para as Florida Keys uma mangueira do sistema de refrigeracao do motor se soltou, fez o motor superaquecer e derreteu outra mangueira.

Quando chegamos na casa de maquinas era fumaca por tudo e bastante agua entrando, nada muito agradavel de se ver.

Trabalhamos bem e em menos de 40 longos e exaustivos minutos tudo estava consertado. To abismado o quanto aquele curso de mecanica funcionou. Encontramos as solucoes rapidamente, e com algumas adaptacoes colocamos o motor a 75% da capacidade sem misterios. Levamos mais 48 horas e chegamos nas Bahamas, Cat Key, um lugar maravilhoso, ilha particular, coisa de cinema. Fomos para la porque o Cameron tava com medo de ser preso porque os americanos nao podem ir a Cuba, se chama Dealing with the Enemy, negociando com o inimigo, e com o ultimo porto sendo Bahamas tudo ficaria mais tranquilo. o Pit Stop saiu 450 dolares para o Boss, mas aproveitamos para comer uma Pizza de frutos do mar com Lagosta e tudo mais por 24 dolares, o mesmo preco de uma frango catupiry na Paparella.

Depois foi uma velejada do caraio de la ate aqui, 60 milhas em menos de 6 horas, com o barco voando, sempre acima dos 10 nos em perseguicao a outro veleiro que saiu quase 2 horas antes. Levamos na mao o tempo todo pelo prazer de velejar. Um espetaculo, consegui botar 12,8 nos no animal, sensacao indescritivel, nao so alcancamos como ultrapasssamos o outro veleiro.

De resto ta tudo certinho.

Comprei um Spot, aquele aparelho que nos deixou na mao na travessia do Pacifico porque nao tinha cobertura por la, mas no Atlantico eles garantem 99% de confiabilidade, entao estaremos mandando nossa posicao atualizada diariamente. So nao precisam se preocupar se nao receberem nenhuma noticia pelo SPOT, que se algo acontecer temos o telefone via Satelite e o EPIRB para fazer pedido de resgate. Comprei o equipamento mais para somar no Blog e permitir a voces acompanharem nosso deslocamento diario, mas acredito que teremos cobertura direto para o SPOT. para saber mais acessem www.findmespot.com

Hoje vamos tentar ir no Brazilian Day em Miami, e se tudo correr bem, na semana que vem vamos para a Disney ou algum parque destes.

Projetos em andamento: Revisao da Balsa de Salvatagem, troca de mangueiras e rotor do motor, revisao do Turbo, troca de filtros de oleo do motor e gerador, revisao do Watermaker, troca de alguns componentes das geladeiras e freezers, pintura de fundo, conserto em uma das pas do helice, troca de dois pistoes das gaiutas da Lanzarete, compra de pirotecnicos, organizacao da Bolsa de Abandono, compra do Spot, cadastramento da viagem na central do EPIRB, troca do automatico da bomba de porao da lanzarete, revisao geral no estaiamento, troca dos anodos de sacrificio, revisao no sistema do Leme, compra de alimentos, limpeza geral.

Espero que estejam todos bem, ja estamos com bastante saudade.

Manda um beijo para a turma

Mane e Rafa

8 comentários:

Fly disse...

Uau, relatório perfeito, como sempre!!! :D

Nossa, só assim a gente tem uma idéia da responsa que é velejar... Tem que mandar muito bem pra saber tanto definir o problema qdo ele aparece, como conserta-lo! Fora encarar o mar em si, com as ondas imensas...

Bom saber que foram boas emoções e todo mundo continuou sequinho! :D

Ilha particular e tudooo! Ah, sabe se eles entregam a pizza aqui?
:P

Casal, não deixem de ir na Disney!!! :D Muito massa estares realizando essa vontade Rafinha!! Fico mto feliz! Vale a pena!!!

Que as coisas por terra continuem funcionando assim!
Muitos beijos!!!

Rafaela disse...

Flavinhaaa, vou perguntar se eles entregam a pizza por ai!Hahahaha!
Senao, damos um jeito de faze-la quando voltarmos...isso se vcs ainda estiverem em Floripa neh, rsrsrs. Beijao e obrigada pelo incentivo!

Anônimo disse...

estou doida para estar com vcs!!!!
tudo de bom... aproveitem o maximo
saudades!!!!!
bjs
mãe e ninha

Anônimo disse...

Fala tio Mané e tia Rafinha,

Por aqui tudo bem, a sobrinha Luiza vai crescendo bem linda!!
Mané, tinha te falado de Ft Lauderdale, aproveita aí, lugar lindo e como vc mesmo disse, nos EUA temos q dar o braço a torcer, tudo funciona...fácil!

Nào esquecendo, só pra vc saber o coxa "matou" o teu Atlético (2x0) ontem e levou a taça.

Abração pra vcs...bons ventos e divirtam-se aí nos EUA.

Boza, Lu e Luiza

Marina disse...

Rafinha e Mane!!
Mal consegui me despedir de vocês!!! Sai de lá correndo para viajar e meio "pê" com a situação!! Mas faz parte né!!
Nossa....o Caribe deve seer realmente um sonho né....fico aqui lendo o blog e imaginando as cenas sempre muito bem descritas por vcs!
Quantos aos parques....se puderem...ao inves da Disney vao para os da Universal!!! Os brinquedos são muuuuito melhores!!!!
Saudades de vcs! E curtam...muito!!!

Beijão da cunhadinha
Marina

Fly disse...

Hahaha, então é sushi e pizza pra quando voltarem!!!

Eeeeee! :D

Tô gostando, a cada ida a gente ganha o direito a uma iguaria de vcs hahaha! Se bem que nessa ida são dois continentes hein, acho que rola mais uma! Ainda deixo escolher: francesa, italiana, mediterrânea... :D (que folgaaa)

Casal, tudo de mágico pra vcs aí! O incentivo é merecido, é impossível não vibrar com as conquistas quando se sabe o quanto vcs correm atrás! E vendo vcs assim, a gente se realiza junto, pq passa a acreditar em sonhos se tornando realidade!!!

No fim, quem ganha o incentivo é a gente! :)

Beijão gigante! ♥

Anônimo disse...

beijo gigante para vcs dois
não esqueçam que amomos muitooooooooo
vcs
mãe e ninha

jupetters77 disse...

Disney??? vem aqui me ver seus pela; ou..posso ir ai visitar vcs??