quinta-feira, 20 de março de 2014

Uiuiui

O Tempo Voa...
Engraçado como criar textos tem se tornado uma atividade quase diária em minha cabeça, mas escrever... bem, aí é uma outra história...
Duas semanas atrás... Brava vazio, só eu e a Nave dos Sonhos... pensava em escrever sobre a vida a bordo, a rotina de manutenção, os períodos de introspecção diários, o excesso de tempo para exercitar o ócio criativo... Talvez finalmente colocar no papel a idéia de fazer relatos técnicos sobre equipamentos, manutenção, rotas de navegação... um projeto antigo que eu realmente gostaria de ter encontrado antes de iniciar a busca pelo Brava. Diminuiria meus medos de como consertar coisas que eu nunca tentei desmontar.
Alguns dias depois, chega minha nova CrewMember. Depois da saída da Rafa, tenho que buscar tripulação para cozinhar e ajudar a manter o Brava em ordem e navegando nos momentos que estou recebendo pessoas a bordo do Brava.
Pensei em escrever sobre esta nova experiencia... como procurar, encontrar, entrevistar, conviver, aprender e ensinar algo a cada novo tripulante que o Brava recebe.
Apesar de ser um processo relativamente recente em minha vida, acabou se tornando mais uma rotina... Selecionar, receber, conviver, trabalhar junto, seguir em frente...
Poderia fazer alguns textos muito bacanas e outros nem tanto sobre cada uma destas pessoas que tive o prazer de conviver, unidos pelo sonho comum... viver em um Veleiro, conhecer pessoas, lugares, culturas.
Depois vieram os dias de preparativo para o Charter.
Mais um longo texto mental... mais uma possibilidade de enriquecer este Blog que tem sido meu pergaminho por tanto tempo...
Escrever sobre o trabalho em si... sobre os valores, custos, dar uma noção a outros sonhadores sobre a realidade de Viver do Sonho...
Escrever sobre a alegria em receber outras pessoas em minha casa, em meu sonho, em meu mundo... Em leva-los a conhecer outra realidade, viver flutuando, beber água da chuva... mergulhar em corais virgens, surfar ondas perfeitas, comer lagosta até enjoar... ver o sol se por com um sorriso de felicidade estampado no rosto de cada um com um copo de vinho branco para brindar tanta magia.
Depois chegaram os amigos... e com eles uma das semanas mais espetaculares que vivi aqui em Bocas del Toro.
Água estupidamente clara, ventos soprando na direção correta para velejarmos para aonde queríamos, raias nadando por baixo do Brava, lagostas exibidas facilitando a captura, bixos preguiça sorrindo para nós, macacos gritando no fim de tarde, excelente comida, compania ainda melhor... Sol durante o dia, Lua Cheia durante a noite... Boa música, muita risada, muito bate papo sincero e até disputadas partidas de canastra sob a luz de vela de citronela.
Depois, a despedida dos amigos...
A infeliz rotina de dizer Adeus.
Mais um longo texto... este mais uma vez mais filosófico, mais introspectivo.
Mais uma descrição do que sinto pelos meus amigos, de infância, de escola, de viagem, de vida... de tudo que aprendi com eles, de toda a motivação que me dão a cada dia, da saudade, da alegria dos reencontros, da tristeza das despedidas... da dúvida sobre a possibilidade de um futuro reencontro...
Também a possibilidade de escrever sobre as escolhas pessoais, sobre a diferença de estilos de vida, sobre sonhos realizados, não realizados e sua busca eterna...
Sobre filhos, filhas, sobrinhas e sobrinhos...
Sobre o quanto sinto falta do contato, mas como me sinto agradecido por ter tido contato.
Sobre o sentimento único de saber que os que se vão levam algo de mim e me deixam algo deles também...
Mas não vou me aprofundar em nenhum destes assuntos... mesmo porque não quero te cansar com mais um texto filosófico do tamanho do resumo da Bíblia...
Hoje só quero escrever.... transformar pensamentos em palavras... criar frases, testar concordâncias, buscar sinônimos, brincar com as letras... exercitar a capacidade intelectual.
Provavelmente esta vontade veio por estar lendo bastante de novo... Por estar em contato com excelentes escritores... Por desejar um dia ter um pouco da qualidade deles em escrever... em brincar com as palavras... em te fazer viver o que nunca viveu apenas em ler o que eles escreveram.
Tenho tentado ler relatos de viagens, aventuras... normalmente escritos em primeira pessoa, no qual o autor ou autora é, como eu, um sonhador realizando seus sonhos.
Minha busca é em tentar entender as motivações, forma de decisão em largar tudo e ir em busca...
Em como descrever seus sonhos... até aonde estão dispostos a ir em busca deles...
E assim aprender mais para, quem sabe um dia, escrever um livro sobre minhas aventuras, sobre meus sonhos...

E já que o Blog é de um sonhador... ai vai um texto de outro sonhador...de um argentino que em 2000 atravessou as Americas em um Ford 1928.

Você sabe que o contrario de Amar é Odiar...
Que o contrário do Dia é a Noite...
Do Branco, o Preto...
Agora, diga-me:
Qual é o contrário de SONHO?
Penso, procuro e não encontro.
E que não há... não existe.
Não há nada nem ninguém contra um Sonho. Tudo esta a seu favor!!!
Herman Zapp - Atrapa tu Sueno

Virar escritor??? Talvez mais um Sonho nascendo.
Obrigado Meu Deus!!!
















12 comentários:

karine saady disse...

Mane sempre bom acompanhar suas aventuras. E saber que vc faz hoje o que sempre sonhou é motivo de orgulho. Um dia estarei no Brava. Bjos

Manuel Alves disse...

Obrigado pela visita e pelo apoio Ka...
Te espero no Brava.

Marcos Piovezan Diretor-Presidente APROGEO/SC disse...

Mané, ficou massa o nome do blog e sua inspiração em se tornar escritor eu apoio e acho que já é hora pois já tem história pra várias páginas.
Lembro que no dia em que te conheci voce ja me encheu de sonhos com sua postura e jeito de ser...as festas que fizemos acontecer entre outros aprendizados. Acho que o melhor foi sonhar mesmo e voce é um sonhador, melhor que sonha acordado.
Quero muito lhe visitar ai e estou programando, voe sabe....aquelas coisas que nos prendem aqui e tal e sempre tentando entender, por que me prendo tanto? E quando voce vem pra Floripa e diz que nós não saímos da mesma, está certo! Parabéns por ter ido atrás éis merecedor de tudo que estais vivendo, valeu pela leitura, inspiração. Abrasssss

Manuel Alves disse...

Valeu Pezão!!!

Marcela Rocha disse...

É isso! O sonho alimenta a alma, mas mais do que isso, alimenta nossas atitudes. Sonhos assim que nos fazem pensar sobre a vida são os mais engrandecedores!Você está no caminho certo, meu amigo, no caminho da verdade. Keep walking or keep sailing!

Lia Sarno disse...

Obrigado Marcela.
Nunca pare de Sonhar!!!

Luizcanada Oliveira disse...

Olá Manuel!!
Teria como contactar vc por email ou telefone mesmo?
Tenho umas dúvidas que gostaria se possível escutar sua opinião. Moro em Alberta, Canada.
Obrigado

Manuel Alves disse...

Ola Luis
Pode fazer contato por email com
manedabrava@hotmail.com
telefone
00507 6007 8484
Obrigado pelo contato
abraço
Manuel Alves

Manuel Alves disse...

Ola Luis
Pode fazer contato por email com
manedabrava@hotmail.com
telefone
00507 6007 8484
Obrigado pelo contato
abraço
Manuel Alves

Anônimo disse...

Ola, sou seguidor do seu blog já a algum tempo... sempre curtindo as viagens, os textos, etc, me sinto transportado para este seu mundo. Mas agora estou indo ai. Eu e minha esposa estamos construindo um veleiro de 44 pes, e estou precisando de um conselho seu. Procurando motor para o barco deparei com o Control, igual ao que você tem. E ai?? Presta?? o que você me diz??
Obrigado

Manuel Alves disse...

Fala amigo

Infelizmente não sei seu nome
Mas vamos a sua pergunta.
O meu motor é um Volkswagen, marinizado pela Pathfinder, dos EUA.
O motor Volkswagen é muito confiável, mas sua pergunta é sobra a Control. A Control é quem mariniza os motores Volkswagen no Brasil. Pelo que sei eles fazem um bom trabalho. Espere um motor que vibra um pouco mais que o normal, trabalha em temperaturas um pouco superiores aos outros motores maritimos e é um pouco mais barulhento.
Eu confio no meu motor. Mas cada caso é um caso.
Maiores dúvidas pode faezr contato pelo email
manedabrava@hotmail.com
Abraço

Viva a Fronteira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.